WeCreativez WhatsApp Support
Olá! Tem alguma pergunta? Contacte-me pelo whatsapp e responderei o mais rápido possível.
Olá! Tem alguma pergunta?

Sabia que os esquimós têm 40 termos diferentes para definir a neve? : água-neve, neve cinzenta, neve final, chuva-neve… Aprendê-las permite-lhes adaptar-se muito melhor a um entorno que é tão duro por natureza.

Tal como os esquimós, identificar e nomear cada uma das emoções que sentimos ajuda-nos a adaptar-nos melhor ao nosso entorno, a sentir-nos seguros e a saber reagir perante as situações .

O que são as emoções?

As emoções são reações psicofisiológicas que representam formas de adaptação a certos estímulos do indivíduo quando percebe um objeto, uma pessoa, um lugar, um acontecimento ou uma recordação importante. São aquilo que sentimos quando percebemos algo ou alguém.

São universais e comuns a todas as culturas. As suas manifestações também têm padrões de comportamento semelhantes em todos os indivíduos.

Pode-se dizer que as emoções têm 3 funções principais:

  1. Função adaptadora: prepara o organismo para a ação sendo esta uma das mias importantes. Graças a esta capacidade podemos atuar eficazmente.
  2. Função social: expressam o nosso estado de ânimo e facilitam a interação social para que se possa prever o comportamento. Além da expressão oral ganha muita importância a comunicação não verbal que se reflete, muitas vezes, inconscientemente.
  3. Função motivadora: existe uma relação entre motivação e emoção, retroalimentando-se ambas. Qualquer comportamento motivado para algo. Por exemplo, se no sentirmos alegres quando estamos uma pessoa, estaremos mais motivados para voltar a estar com ela.

Identificar as nossas emoções e as dos outros, assim como pôr-lhes nome, não é tarefa fácil, especialmente quando se manifestam várias emoções simultaneamente. A isto chama-se consciência emocional. Tê-la permite-nos:

  • Reconhecer os nossos estados de ânimo e refletir sobre eles para tomar melhores decisões.
  • Relacionar-nos melhor com os demais ao reconhecer também as emoções dos outros.
  • Estabelecer limites para dar atenção às nossas necessidades e bem estar, melhorando assim a nossa qualidade de vida.
  • Conhecer-nos melhor, a nós próprios e aos demais.

La consciência emocional forma parte da conhecida Inteligência Emocional (IE). Podemos dizer que é o primeiro passo para a poder desenvolver adequadamente.

Mas o que é a Inteligência Emocional?

Para Goleman, pai do termo, é a capacidade de ter consciência das próprias emoções e sentimentos, reconhecê-los e controlá-los, motivar-nos para conseguir os nossos objetivos, reconhecer as emoções alheias e saber gerir as relações interpessoais.

A inteligência emocional é uma capacidade que se pode treinar e, para o efeito, devemos começar por reconhecer as emoções que manifestamos.

Tipos de emoções

Quantas mais emoções conheçamos, mais fácil é poder identificá-las quando as manifestemos e melhor preparados estaremos para saber o que fazer gente às mesmas.

Existem várias classificações das emoções, atendendo a diferentes critérios. Em geral, o mais utilizado é o que se refere ao momento em que se produzem por primeira vez:

1. Emoções Básicas, Primárias ou Inatas:

São aquelas que se apresentam desde o momento do nascimento. Formam parte do nosso processo de adaptação e existem em todos os seres humanos,  independentemente da cultura. Iniciam-se com rapidez e duram uns segundos. São 6:

Para conhecer quais são estas emoções e como condicionam o nosso comportamento, não podes deixar de ver o filme Inside Out. Aqui tem o link para os trailers: https://www.youtube.com/watch?v=zJJHpWjf0CQ https://www.youtube.com/watch?v=5ou672UB56A

2. Emoções Socais, Secundárias ou Aprendidas:

Surgem como consequência da socialização e do desenvolvimento de capacidade cognitivas. A maioria de autores situam a sua aparição por volta dos dois anos e meio ou três. São posteriores às primárias, isto é, o medo surge primeiro e, posteriormente, o sentimento de ameaça, enfado…

Entre elas podemos destacar algumas como:

Ciúmes, culpa, orgulho, vergonha, satisfação, diversão, desprezo…

Como podemos gerir as nossas emoções?

Alguns conselhos:

  1. Tem atenção aos sinais emocionais tão cedo como possível. Pára e pensa “Como me sinto?
  2. Localiza fisicamente a emoção. Concentra-te na zona onde a sentes (peito, garganta…).
  3. Dá nome a todos os sentimentos. Tenta identificar cada uma das emoções que apareçam juntas. Separa-as e etiqueta-as.
  4. Não julgues os teus sentimentos sejam eles quais sejam, aceita-os.
  5. Procura a origem desses sentimentos e o motivo de estarem aí.
  6. Em cada momento, dá-lhes a importância que têm. Não tem sentido que mantenhas uma emoção depois de ter passado a situação que a causou.

Lembra-te que as emoções fazem parte de nós e que são ferramentas fundamentais para a nossa sobrevivência, para indicar-nos que caminho devemos tomar, assim como para aumentar o nosso bem estar. Reconhecê-las e expressá-las faz-nos avançar para uma melhor qualidade de vida.

 

También puede interesarte…

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Rellena este campo
Rellena este campo
Por favor, introduce una dirección de correo electrónico válida.
Necesita estar de acuerdo con los términos para continuar

Menú

Compartir esto con un amigo